DECISÕES COGNITIVAS DA CONSCIÊNCIA! Saiba como funciona o processo cerebral e o caminho mental evolutivo para empreender as melhores escolhas na vida.

20/08/2018

Elainne Ourives

Ativista Quântica. Treinadora Mental e Reprogramadora Vibracional

Criadora da Técnica Hertz -Reprogramação da Frequência Vibracional®

DIREITOS AUTORAIS RESERVADOS©

www.holococriacao.com.br

 

A cognição humana ou complexo neural de comunicação interna do cérebro, com mais de 100 bilhões de células, tem uma infinita capacidade para compor cenários mentais, processos imaginativos e para a tomada de decisões em todas as áreas e escalas da nossa vida. Segundo a neurociência, há um vasto circuito de filamentos neurais, bem parecido com uma rede de energia elétrica, em diálogo permanente através de informação quântica, pulsos e impulsos elétricos, que percorrem toda a região cerebral. Essa comunicação cerebral acontece ainda como conexões sensoriais estimuladas por nossas emoções e pensamentos incessantes, que transitam, a todo instante, pela cabeça da gente, de um hemisfério a outro da mente.

 

Então, todas as nossas decisões, invariavelmente, de acordo com a ciência moderna, operam a partir das memórias de sensações, sentimentos e ideias. Vejam uma coisa interessante também. Esses fragmentos percebidos da realidade pela mente são como imagens representativas e holográficas de crenças, valores internos e acontecimentos vivenciados por você, cujo cérebro, de modo racional ou ainda totalmente inconsciente, determinará a escolha ou o resultado mediante determinado episódio. Isso vale tanto para coisas simples como para fatos complexos na vida, desde como escolher pela manhã a camisa antes de trabalhar ou decidir sobre o término de um relacionamento de muitos anos.

 

REFLEXO SUBJETIVO

 

Gente, os cientistas explicam ainda que o fantástico mecanismo de funcionamento da mente responde ao reflexo subjetivo dos cinco sentidos humanos (visão, audição, tato, olfato e paladar). Tais estímulos físicos são absorvidos toda hora por nós, a partir do ambiente externo, e redirecionados, instantaneamente, para o córtex cerebral, situado na região mais externa do cérebro. Só que a mente é um tanto quanto preguiçosa e prefere, quase sempre, permanecer na zona de conforto e fazer escolhas muito semelhantes às eleitas anteriormente, cujos resultados e consequências, naturalmente, serão também parecidos naquele momento ou no futuro próximo.

 

Normalmente, a primeira escolha definida pela mente se sustenta nas escolhas mais corriqueiras, as quais estamos mais acostumados e habituados a adotar no dia-a-dia. Por exemplo: você está assistindo televisão em casa e decide comer algo porque está com fome. Aí, você enxerga uma barra de chocolate ao seu lado no sofá e lembra que pode pegar uma maça em cima da mesa. Automaticamente, por ser mais fácil e rápido, seu cérebro o incentiva a comer o chocolate. Isso acontece porque é o caminho mais usual, está mais acostumado e é uma trilha neural já conhecida pela mente. As informações da sua mente já percorreram aquele caminho e, como uma possibilidade de manter você seguro e confortável, a sua mente vai apontar para o resultado mais simples e fácil para você não correr perigo nenhum.

 

HERANÇA ANCESTRAL

 

Incrível, mas, apesar de simples e banal esse exemplo, nossa mente se comporta, normalmente, dessa forma, porque prefere os caminhos cerebrais conhecidos e reconhecidos. É como se fosse uma forma de poupar energia, um meio herdado dos nossos ancestrais que ainda lutavam pela sobrevivência em tempos remotos, quando precisavam administrar as próprias forças limitadas num ambiente totalmente hostil e repleto de predadores naturais. Ainda por instinto, nosso cérebro mais animal ou reconhecido pela ciência como reptiliano, opta, em frações de segundos, pela escolha mais parecida às situações já experimentadas por nós no decorrer das nossas vidas. Tais modelos reconhecidos de realidade pela mente, portanto, estão registrados na chamada memória de longo prazo para serem, imediatamente, acionados antes da tomada de qualquer decisão ou escolha na vida, como um escudo protetor.

 

REDES ASSOCIATIVAS

 

Para uma melhor compreensão, essas escolhas, geralmente, estão estruturadas em redes associativas, em cognições estabelecidas e esquemas na memória de longo prazo, com capacidade ilimitada, armazenada no córtex. Então, devido à arquitetura do próprio sistema cognitivo (rede de comunicação interna) humano, se torna mais rápido, prático e econômico trazer à atmosfera da realidade esquemas mentais prontos e definidos pela nossa memória de longo prazo. Nessa esfera, estamos protegidos, confortáveis e poupamos energia, sobremaneira.

 

Pois assim, esse mecanismo é operado pela ativação do sistema de raciocínio e estimulado por nossas mais primitivas emoções, que determinam uma ação imediata e instintiva da nossa parte. Então, dessa forma, toda a parte associativa da mente, ligada ao córtex cerebral, vai resultar na complexidade dos nossos comportamentos, nos levará a fazer associações com memórias do passado, projetar o futuro e estabelecer estratégias para solucionar um determinado problema. E tudo isso acontece em frações de segundos, muito rapidamente, de acordo com nossos critérios, valores e instintos mais antigos ainda preservados em nosso DNA, retidos em nossa memória celular e inconsciência ancestral manifestado pelos atos.

 

COMPUTADOR CEREBRAL

 

Queridos, ainda para um entendimento maior de toda essa dinâmica cognitiva cerebral, seja para a tomada de decisões, reações, hábitos ou atitudes de autossabotagem impostas pela mente, vou passar alguns conceitos e princípios sobre o funcionamento do cérebro e o poder da consciência para dominar todo esse mecanismo cerebral.

 

Nós podemos comparar o cérebro humano a um computador. Assim, a nossa mente ou cérebro, propriamente, funciona como um processador altamente eficiente e ultra avançado. Para vocês terem ideia, ele (cérebro) é capaz de processar todas as informações recebidas, seja de modo consciente ou inconsciente, analisar, de acordo com nossas experiências na vida e apresentar soluções em milésimos de segundo. Nem mesmo o computador mais rápido e ágil do mundo, ao menos nesse momento da ciência, é capaz de simular o processamento do cérebro humano. 

 

Basicamente, o cérebro, nesse processo de cognição, apresenta quatro grandes funções. São elas:

 

a) Recepção: O cérebro recebe informação pelos seus sentidos humanos.

b) Armazenamento: retém informações para acessá-las de maneira integral

c) Análise: reconhece padrões e organiza informações de modo para dar

d) Saída: emite informações de várias maneiras quando você pensa, fala, desenha, se movimenta ou utiliza diversos modos criativos

 

HEMISFÉRIOS DA MENTE

 

Além disso, nosso cérebro está separado em dois hemisférios, esquerdo e direito. O hemisfério esquerdo é responsável pelo raciocínio lógico, fala, matemática, linhas de pensamento. etc. Ele também pode ser chamado de “cérebro acadêmico”. Já o hemisfério direito possui áreas ligadas à música, arte, dança, criatividade, arte. Ou seja, ele é reconhecido como o “cérebro artístico”. Então, segundo a neurociência, os dois hemisférios são ligados pelo chamado corpo caloso, que funciona como um sistema de transmissão químico. O mais genial é que esse sistema atua em uma velocidade estrondosa em conjunto com milhares de células.

 

3 CÉREBROS

 

Nossa mente, entretanto, é dividida em módulos. As pesquisas mostram que nosso cérebro tem em três partes elementares. Esses módulos operam de modo conjunto, todavia, quase sempre, um sobrepõe a importância do outro, dependendo do nosso nível de lucidez, discernimento e consciência sobre a possibilidade de escolher e tomar as próprias decisões, sem entrar no chamado piloto-automático da vida ou deixar o inconsciente dominar nossas ações do dia-a-dia.

 

Temos, então, de acordo com o neurocientista Paul Maclean, um cérebro trino. Mas o que isso significa, Elainne? Ao longo da nossa evolução, o cérebro desenvolveu características e atributos específicos. O primeiro cérebro, como já mencionei aqui nesse artigo, é o cérebro reptiliano, localizado numa área próxima a base superior do pescoço. Esse departamento é responsável pelos instintos mais primitivos. Ele recebe esse nome por lembrar um cérebro de réptil. O cérebro reptiliano age direto nas emoções e nas nossas reações imediatas como forma de nos proteger. Ele também controla algumas funções do corpo, como a respiração.

 

O outro cérebro citado pelo cientista Paul Maclean é o cérebro límbico. Situado no centro da mente e semelhante ao cérebro de alguns mamíferos, ela é responsável pelas emoções e sexualidade. Tem ainda ampla influência na memória e é responsável por sentimentos como alegria ou tristeza. O terceiro cérebro é o racional. É a área mais alta, mais elevada da mente no nosso processo evolutivo. Basicamente, ele controla todas as nossas atividades do dia-a-dia como falar, pensar, ver, ouvir e criar. É o nosso cérebro do discernimento e da tomada de decisões racionalizadas.

 

Na prática, essas três partes funcionam integradas e estão conectadas através das redes neurais e de nossas cognições diárias.

 

SEM DOMÍNIO E LUCIDEZ

 

O que acontece, em grande parte do tempo, é que não temos consciência dessa fragmentação, somos sucumbidos por emoções e deixamos o inconsciente tomar conta das nossas decisões. Sem consciência ou lucidez, permanecemos na escuridão da mente, deixamos as informações passar de uma área para outra em frações de segundo e não dominamos esse mecanismo para fazer as melhores escolhas ou evitar ações de autossabotagem no dia-a-dia.

 

É justamente aí que quero chegar, meus queridos. Sem o conhecimento desse mecanismo de cognição, das próprias emoções e sem saber como opera a nossa mente, em termos essenciais, sucumbimos a erros primordiais em nossas vidas, perdemos o controle do destino e a própria confiança em nossas opções. Na verdade, como falei antes, o cérebro procura repetir os padrões e as mesmas condutas como forma de evitar desgaste energético e nos proteger contra eventuais intempéries, ao reagir às situações através do nosso cérebro reptiliano, aquele das emoções mais instintivas.

 

DICAS ASSERTIVAS

 

Por isso, quero passar algumas dicas para você evitarem erros e não embarcaram apenas das decisões emocionais ou repentinas, sem fazer as melhores escolhas ou as decisões mais adequadas na vida de vocês. Pensem comigo, com escolhas mais assertivas, menos chances de vocês também se autossabotarem com medo da vida, de errar novamente e cair no mesmo ciclo vicioso de auto enganação. Também quero apresentar alguns hábitos saudáveis que podemos ajuda-los a melhorar a capacidade na tomada de decisões no cotidiano.

 

REEQUILÍBRIO ENERGÉTICO

 

Minha primeira sugestão é para vocês promoverem o próprio reequilíbrio energético, promoverem uma profunda limpeza das células e de sentimentos conturbados. Vocês podem fazer isso através de vários métodos, dentre eles a Técnica Hertz, criada e desenvolvida por mim. Essa técnica promove a reprogramação mental e a cura libertadora de crenças limitantes.

 

CRENÇAS ELIMINADAS

 

As crenças limitantes são aquelas verdades absolutas enraizadas na mente de vocês desde a infância até os dias de hoje. Essas crenças são acessadas, imediatamente, pelo cérebro emocional quando vocês têm algum eventual problema para resolver e são, elas, apresentadas como a solução ideal. Mas elas nem sempre são a solução mais adequada para vocês. Por isso, é preciso ressignificar as crenças pessoas, sejam familiares, religiosas ou de qualquer natureza, para também alcançar melhores decisões na vida.

 

PERDÃO EVOLUTIVO

 

Além disso, como eu sou uma especialista na Escala da Consciência, sempre indico para as pessoas perdoarem, não sentirem culpas de todas as naturezas e abstraírem todas as formas de medo. A limpeza da energia condensada de todas as emoções, certamente, vai iluminar os pensamentos, a mente, evitar emoções perturbadoras e fazer com que vocês tenham melhores resultados nas escolhas e decisões do dia-a-dia. Isso porque a energia pessoal de vocês e o campo eletromagnético será mais refinado e, de acordo com a Lei da Atração, magnetizará processos mais produtivos e interessantes.

 

AUTOCONHECIMENTO LIBERTADOR

 

Gente, a limpeza de todas essas emoções, o conhecimento do funcionamento da mente e, propriamente, do cérebro com mais propriedade, vai evitar a autossabotagem mediante qualquer situação na vida de vocês. Por exemplo, ao identificar uma crença limitante, como o não merecimento, você poderá dar outro sentido a essa emoção e elevá-la para a autoconfiança, amor próprio e autoestima, para a realização dos seus objetivos, metas e sonhos. Também pode se livrar de hábitos inadequados como a preguiça física ou mental, falta de planejamento, conformidade, entrar no ciclo da rotina ou em ondas de pensamentos negativos.

 

ATITUDES TRANSFORMADORAS

 

Em vez disso, substitua as ações diárias por uma atitude mais positiva diante da vida, pensamentos positivos, mentalizações e visualizações sobre os seus sonhos, agir em congruência com os próprios objetivos, ou seja, aliar a teoria e a prática das atitudes. Vou dar um exemplo aqui, se você não gosta de ler, mas deseja se tornar uma pessoa mais instruída, então comece a ler e a criar o hábito diário da leitura. Com o tempo, essa se tornará uma atitude natural e você vai criar um novo caminho neural no seu cérebro.

 

DOMÍNIO MENTAL

 

Para você mudar o padrão mental e começar a controlar as emoções, pensamentos e dominar a sua mente, vou propor ainda esse desafio diário para você. Experimente, nas próximas 24 horas, falar e se expressar de modo positivo, sem usar o “NÃO”.  Por exemplo, em vez de “não posso esquecer a chave”, use “é melhor eu lembrar da chave”. Você verá a emancipação automática de um novo sentimento muito mais significativo e afetivo aflorar em você, em ressonância com a frequência do universo e do amor, que ressignificará, naturalmente, a compreensão sobre a sua própria mente e fará você atuar com mais lucidez quanto o modelo cerebral.

 

METAMORFOSE CEREBRAL

 

Isso é plenamente possível porque o nosso cérebro tem a capacidade da neuroplasticidade. Ou seja, a capacidade do cérebro de se transformar, evoluir e amadurecer mediantes as informações e as próprias sinapses. Então, quando ressignificamos todos esses valores, sentimentos e crenças, criamos novas células cerebrais, evitamos mais hábitos e eventuais sabotagens no percurso de nossas vidas.  

 

Quer entender melhor em que frequência você vibra? Assista gratuitamente o Mini Curso Reconectar Cocriador Quântico 5 Aulas + 4 técnicas inéditas para reprogramar sua mente e conquistar tudo o que você deseja.

 

Um beijo de luz

 

Elainne Ourives

Ativista Quântica. Treinadora Mental e Reprogramadora Vibracional

Criadora da Técnica Hertz -Reprogramação da Frequência Vibracional®

DIREITOS AUTORAIS RESERVADOS©

www.holococriacao.com.br

 

 

Please reload

Posts Em Destaque

VOCÊ SABE DETECTAR QUAIS OS SINTOMAS DAS SUAS EMOÇÕES?

1/10
Please reload

  • Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • Instagram - White Circle