Limpeza e Reprogramação da Mente: como uma mãe de três filhos venceu a depressão suicida e hoje ensina as pessoas a se limparem dos traumas e medos!

12/04/2018

Elainne Ourives enfrentou uma morte em vida e recuperou-se acessando os mais profundos poderes da mente por meio de uma técnica que ela mesma criou, movida unicamente pelo amor aos seus filhos

 

As lágrimas vinham todos os dias. Elainne Ourives se sentia mal e acreditava ser uma grande vítima de um mundo cruel. Separada, grávida e com outros dois filhos para criar, ela deixou de acreditar em Deus: como pode haver um ser superior que permite tanto sofrimento? Era o que questionava. Em casa, não tinha o que dar de comer para os filhos, ao mesmo tempo em que se afundava em dívidas.

 

Muitas pessoas passam por dificuldades. Nem todas, infelizmente, se dão conta de que são responsáveis por criar a própria realidade. Por isso, se vitimizam e consideram que possuem má sorte. E quantos não passam por dificuldades semelhantes? Quantas mães precisam cuidar sozinhas de seus filhos? Quantas pessoas não precisam enfrentar problemas de saúde na família, acumulando débitos e carregando o peso do mundo nas costas?

 

Elainne estava em um quadro cada vez mais intenso de depressão. “Cheguei a pensar em acabar com minha própria vida”, conta. Conhecedora dos poderes da mente, ela se sentia traída pelos próprios conhecimentos. “Eu já tinha formação em Coaching e psicoterapia, era especialista em PNL, e organizava cursos e treinamentos relacionados a estas áreas”, explica. “Mas ainda não conhecia nada de ciência e física quântica”. De fato, Elainne pensava positivo e sonhava com dias melhores. “O pensamento dá forma para aquilo que desejamos, mas é o sentimento que funciona como combustível”, explica. E o combustível de Elainne não era bom. No fundo, seu sentimento era de destruição, ódio, culpa, angústia, mágoa e vitimização.

 

O Universo lhe dava sinais. Um deles foi quando se deu conta de que não tinha forças para cuidar bem dos filhos: chegou a presenciar seu filho subindo em um puff para conseguir dar água para sua irmã ainda menor. “A dor era tão grande que era impossível de viver. Eu só queria terminar com ela”. Mas no processo de vitimização e de sofrimento, ela não conseguia vê-los. “Foram muitos sinais em mim, até o momento em que um deles veio através do meu filho”, relata. “Ele estava muito doente, chegou a passar por uma cirurgia que não deu os resultados esperados, e então veio a necessidade de uma transfusão de sangue e transplante”. Foi neste momento em que Elainne percebeu que o filho poderia morrer. “Eu estava há um ano entre idas e vindas para o hospital, mas só neste momento que percebi que eu poderia perdê-lo. Eu compreendia a depressão pela qual estava passando, e foi então que me dei conta: se não fosse para mudar por mim, que fosse por ele”.

 

Na busca para que um novo caminho se abrisse, ela meditava. Era dentro de si que encontraria a resposta. Afinal, a raiz dos problemas não estaria lá fora, no ar que a cercava, mas no mais profundo núcleo dos labirintos da mente. “Nas minhas meditações, as coisas simplesmente vinham até mim”, relata. Mas o processo não seria rápido e nem simples. Nas pesquisas sobre PNL, acabou descobrindo a física quântica a os estudos sobre a frequência vibracional das emoções humanas, e foi esse estudo que trouxe as respostas que precisava encontrar sobre o que estava acontecendo e por que as pessoas entravam nesse processo de destruição. “Aquilo que eu busquei a vida toda estava se abrindo pra mim”, afirma. Ela estava encantada com esse novo saber, que enxergou como uma descoberta para o mundo. “Era o que eu sentia”, completa. “Sinto que fui colocada para descobrir esse conhecimento e passá-lo para a humanidade”.

 

Da mudança interna para o conhecimento

 

Foram cinco anos aprendendo sozinha. Durante esse período, não encontrou uma pessoa específica que a guiasse. Foram livros, cursos, palestras. “Eu usava as leis que passei anos estudando contra mim mesma”, conta. A dor que Elainne sentia era tão grande que parecia impossível alinhar pensamentos e sentimentos. “Eu simplesmente não conseguia”.

 

Junto com a batalha dentro de si mesma, Elainne tinha que lutar batalhas externas. Filhos pequenos que precisavam de sua atenção, remédios que precisavam ser comprados, e uma dívida que se acumulava devido aos fracassos profissionais dos eventos que organizava. As dívidas e a falta de dinheiro estavam diretamente relacionados com o fato de não conseguir mais trabalhar. “Eu chorava o dia todo e me sentia um fracasso. Isso me impedia de trabalhar, pois eu passava o dia me culpando”. E como aqueles que se vitimizam ficam paralisados pela mágoa e pela culpa, Elainne ficou parou de trabalhar. “Eu me odiava. Onde estava a prosperidade e a abundância com que sempre sonhei?”. O filho precisava passar por uma cirurgia para se curar. O pouco dinheiro que tinha era contado.

 

Junto com a mudança interna, que vinha gradativamente, Elainne começou a estudar ainda mais. “Deixava de comer para comprar um livro”. Seus estudos sobre a mente humana se combinaram com o aprofundamento cada vez maior na física quântica. “Cheguei a ficar 48 horas estudando e lendo, sem nem dormir”. Foram dois dias em que a verdade parecia vir à tona: período de expurgar os últimos males encrustados no peito, tal qual uma febre delirante que antecede o fim de uma infecção.

 

No ápice dos estudos, mesmo tendo que tomar um remédio para dormir após tanto ler, Elainne Ourives entendeu claramente: Ela vivia uma frequência de falta, escassez, culpa e vingança. “Na minha cabeça da época, era tudo responsabilidade dos outros, do meu ex-marido, do mundo”, conta.

 

Física quântica e neurociência passaram a fazer parte de sua vida. “Comecei a entender que a matéria é formada por energia, o nosso corpo é formado por átomos. Entendi que cada um de nós tem a sua própria assinatura energética e que ela varia de acordo com crenças, pensamentos emoções”, completa Elainne, que se negou a consumir remédios. “Eu precisei me limpar da culpa e do ódio que eu tinha dentro de mim para começar a sentir o verdadeiro poder de transformação da mente humana”.

 

Período de Renascimento

 

Das catarses mais dolorosas surgem as renovações mais intensas. A nova Elainne era também um acúmulo de conhecimentos, técnicas, práticas e processos. No entanto, cada uma das técnicas que aprendia se mostrava lenta. “Era tudo muito demorado, mas eu acabei somando diversas delas e criei uma técnica própria”, destaca. Era um entrelaçamento quântico das mais poderosas terapias energéticas do planeta. “Imagine uma única ferramenta com 10 técnicas de terapia: o resultado é quase instantâneo”. Segundo Elainne, é um resultado de transformação e limpeza profunda do lixo que carregamos. Ela foi capaz de modificar o cérebro e a química do corpo. “Acabaram-se as conexões neurais negativas que eu tinha criado e as informações que foram armazenadas, pois a técnica transmutou tudo a ponto de eu poder afirmar que fui curada em menos de 24 horas após aplicar a técnica por completo”, relata. Uma das explicações que ela fornece está totalmente conectada com o choro. “Eu criei a técnica porque eu precisava chorar. A situação era tão angustiante que a única saída que eu enxergava era a morte, de tão sozinha que eu me encontrava”, conta. Assim, ela fazia a técnica pra poder ter um momento em que pudesse chorar. “O cansaço de chorar copiosamente me levava à paz dos pensamentos, a uma calmaria. A técnica me ajudou a encontrar essa calma que antes só o choro trazia”. Foi o encontrar desta calma que a fez compreender que seu interno estava modificado. “Eu finalmente tive consciência de quem eu era e de quem eu me tornei. Foi o meu despertar”.

 

A maneira que encontrou para desprogramar e então reprogramar sua própria mente também funcionaria com os outros. “Comecei a ensinar essa técnica”. Os resultados poderosos de seus pacientes de terapia energética apenas provaram o que Elainne já sabia: ela realmente funcionava com qualquer pessoa que se dedicasse a praticar, independentemente do histórico e dos problemas que enfrentasse.

 

Com base em estudos da neurociência, frequência vibracional das emoções humanas e física quântica, Elainne criou a Técnica Hertz – Reprogramação da Frequência Vibracional, que se configura como um entrelaçamento quântico das mais poderosas técnicas de terapia energética do planeta. “Ela faz um total desbloqueio energético no corpo, desbloqueia as energias psicoemocionais negativas e reprograma essa frequência para emoções e sentimentos de alta vibração”.

 

 “Em uma única ferramenta, a técnica Hertz reúne 10 tipos diferentes de terapia que, combinados, promovem um resultado muito mais rápido”. Para explicar melhor, a psicoterapeuta faz uma comparação com algo cotidiano. “Como você consegue baixar um aplicativo novo em um celular de memória lotada?”, questiona. “É por isso que a técnica funciona: ela faz com que as pessoas deletem o lixo que se acumula na mente e só então leva para a reprogramação do cérebro. Os períodos de Desprogramação, Reprogramação, e então a Programação da nova realidade fazem parte do treinamento HoloCocriação, que Elainne desenvolveu logo após criar o Instituto Mente Consciente.

 

Hoje, a soma das experiências de Elainne faz dela uma psicoterapeuta vibracional quântica com foco no despertar da consciência e treinadora mental de cocriadores de sonhos. Ela desenvolveu uma metodologia prática que realmente guia as pessoas a saírem definitivamente do padrão de sofrimento para materializar sonhos e metas. Recuperada das dívidas, ela também ensina o caminho da prosperidade, o que vem junto com a reprogramação da mente. Após atender mais de 5 mil pacientes no Brasil e no exterior como psicoterapeuta vibracional quântica, encerrou os atendimentos em 2016. Hoje, já soma mais de 20 mil alunos em seus treinamentos online.

 

Somando todos os seus canais na internet, já possui mais de 1 milhão de seguidores nas redes sociais e vídeos com 8 milhões de visualizações no Youtube. Assim, Elainne se consolida como um dos principais nomes da física quântica e da neurociência em todo o país. Após se alinhar energeticamente, os resultados logo começaram a chegar. “As redes começaram a crescer e logo eu lancei o Power Mind. Eu ainda estava me alinhando e tive 70 alunos no meu primeiro treinamento. Hoje, já são 20 mil alunos, sendo que em cada turma entram cerca de 2 mil alunos”, comemora a psicoterapeuta, que também já foi convidada para palestrar com os maiores nomes da área, como Amit Goswami e Fred Alan Wolf.

 

Mais do que feliz e liberta, Elainne Ourives trabalha para que as outras pessoas tenham o que ela não teve: um guia que facilite o processo de recuperação para que as pessoas voltem a ter felicidade, abundância e prosperidade, vibrando sempre na frequência positiva. “Eu saí de dentro de uma jaula que me impedia de viver os meus sonhos, e hoje quero que cada vez mais pessoas possam se libertar”, completa. A viagem para dentro de si mesmo é sempre mais complexa e possui barreiras mais difíceis de vencer: com ajuda, com conhecimento e com as técnicas corretas, ela é totalmente possível!

 

Assista o Mini Treinamento Gratuito Reconectar Cocriador Quântico, e saiba mais sobre minhas técnicas e informações preciosas para o Despertar de Consciência.

 

Um Beijo de Luz

 

Elainne Ourives

Treinadora Mental e Reprogramadora de DNA

Criadora da Técnica Hertz - Reprogramação da Frequência Vibracional

www.holococriacao.com.br

 

Please reload

Posts Em Destaque

VOCÊ SABE DETECTAR QUAIS OS SINTOMAS DAS SUAS EMOÇÕES?

1/10
Please reload

  • Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • Instagram - White Circle