A Maior Vingança é o Perdão!

13/10/2017

Você alguma vez já se permitiu experimentar a milagrosa sensação de liberdade produzida pelo ato de perdoar-se e perdoar? Ou você é do tipo que prefere ser refém de dilacerantes sentimentos de culpa e orgulho ferido para o resto da vida?

 

Você sabia que nossos corpos e o universo que nos cerca são movidos por energia, e que nossa vida é literalmente produto do nível da frequência com que essa energia vibra?

 

E se eu te disser que O SENTIMENTO é o fator que determina o nível de sua vibração?

 

Talvez você nunca tenha ouvido falar nada sobre isso, ou até duvide, mas estou aqui pra te dizer que está cientificamente comprovado e não há o que refutar. Isso é o que chamo de BIOQUIMIOFÍSICA DO PERDÃO.

 

Ao esvaziar-se das mágoas, ressentimentos, ódio, desejos de vingança... seu cérebro e seu coração automaticamente passarão a emitir comandos que farão com que seu organismo produza substâncias chamadas de neurotransmissores, elevando, cada vez mais, o nível de frequência que você vibra.

 

Isso significa que o SENTIMENTO produz reações químicas em seu corpo, que afetam diretamente sua energia e, consequentemente, sua vida.

O sentimento de perdão resulta em paz, leveza, tranquilidade, satisfação, gratidão, alegria... e muita saúde.

 

Descobertas da medicina e estudos na área da psique, atestam a importância do perdão na melhoria da saúde. Conforme relato de Fred Luskin, diretor do Projeto do Perdão da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos. “Perdoar ajuda a barrar o desenvolvimento de problemas cardíacos e reduz os índices de câncer e outras doenças ligadas aos sentimentos negativos.”

 

Deepak Chopra, médico indiano no livro - A Cura Quântica, esclarece como o perdão cura:

 

“Quando temos um ressentimento ou uma mágoa, ou sentimos hostilidade contra alguém, ou alguma emoção tóxica: culpa, depressão, medo... lançamos no sistema cardiovascular e também no sistema imunológico, hormônios como adrenalina e cortisona e ficamos comprometidos imunologicamente. Até mesmo nossas plaquetas ficam tensas, com altos níveis de adrenalina e começam a criar coagulação sanguínea que podem levar a doenças cardiovasculares, ataques do coração e derrames.”

 

“Quando perdoamos, tudo se acalma. Os hormônios que estão associados com as respostas estressadas se acalmam. Hoje é evidencia que lançamos outros tipos de neurotransmissores que são moderadores imunológicos e nosso corpo começa a voltar a homeostase (propriedade de manter as condições internas estáveis e ideais para o metabolismo) que é auto-regulação e auto cura. Nossos hormônios, nossa bioquímica, açúcar no sangue, temperatura do corpo e centenas de parâmetros também voltam à origem. É dessa maneira que o perdão cura.”

 

Graças à física quântica, hoje o conhecimento sobre o porquê do caos em que se encontra a vida da maioria das pessoas, está ao alcance de todos. Não há mais nenhum mistério.

 

“Aquele dito que diz: “É dando que se recebe... E Perdoando que se é Perdoado...”, resume essa questão. Pois o perdão liberta! Não somente a quem é perdoado, mas principalmente a quem perdoa. Pois está perdoando a si mesmo. Permitindo-se libertar das amarras que o ódio, o rancor, a mágoa... obrigaram a carregar ao longo dos anos.

 

É também o que explica a LEI DE CAUSA E EFEITO. O universo jamais te dará qualquer coisa, sem que você ofereça primeiramente. E isso só se dá por meio de intercâmbios energéticos. A energia que você oferece é o termômetro que irá fazer com que o universo (ou Deus, como queira chamar) possa estabelecer a medida do que você merece receber.

 

A história de minha própria vida é prova incontestável de que toda essa teoria, quando posta em prática é literalmente transformadora! Por isso hoje minha inspiração foi de falar pra você sobre a freqüência vibracional do perdão. O Poder de uma carga energética absurdamente negativa, que só serve pra te levar a óbito, no mais amplo sentido da palavra. Óbito mental, emocional, espiritual e físico.

 

Sim, perdoar é verdadeiramente um poder, porque demanda resolutas tomadas de decisão, pelo exercício do seu livre arbítrio. Requer muito aprendizado, além de travar uma ferrenha e muitas vezes sangrenta batalha contra seu ego, que obstinadamente se recusa a render-se ao altruísmo, ao AMOR incondicional.

 

“Estudos mostram que o perdão é eficaz e benéfico, mesmo em casos mais graves de abuso, trauma, opressão e negligência. Tanto a fé quanto a ciência moderna enfatizam a importância do perdão por quaisquer transgressões, não importando o quanto nós fomos feridos. Porém, é importante definir bem o que é perdão. Perdão é aceitar o que aconteceu e seguir em frente, sem desejar mal a quem te machucar. Perdão não é colocar-se em situações nas quais você continuará a ser ferido. Você pode perdoar alguém e, ainda assim, poderá manter limites necessários para um relacionamento. Em casos de agressões graves, o limite pode envolver nenhum contato.”

 

O Dr. Fred Luskin, autor de "O Poder do Perdão”, explica que o processo de formação de uma mágoa demonstra como tal fato possui um efeito paralisante na vida das pessoas, baseando suas afirmações em investigações e pesquisas, principalmente em seu Projeto da Universidade de Stanford para o Perdão. Por meio de nove etapas (ver Box), o autor ensina a sua técnica de perdão, com oito razão pelas quais o perdão é benéfico a saúde, confira:

 

1 - Perdoar incondicionalmente pode fazer você viver mais 

2 - Perdoar te deixa menos nervoso

3 - Melhora a sua saúde em todos os sentidos (até o sono!)

4 - Fazer as pazes te ajuda a perdoar a si próprio

5 - Seu coração agradece

6 - Pode trazer benefícios ao sistema imunológico

7 - Pode fortalecer seu relacionamento depois de uma traição

8 - Quem perdoa pode se proteger do stress a longo prazo

 

Aprenda a deixar que o Criador se encarregue de fazer justiça a quem te ofendeu ou decepcionou. E perdoe-se também por seus próprios erros, corrija-se e siga em frente. Se você foi traído, humilhado, se sentiu envergonhado, injustiçado... lembre-se: A Maior Vingança é o Perdão!

 

Perdoe! E liberte-se!

 

A importância do Perdão no Processo de Cocriação

 

Quem não sofreu injustiças nessa vida? Quantas vezes magoamos e somos magoados ao longo de nossa existência? Todos nós sofremos ou já fizemos sofrer por algum motivo consciente ou inconsciente e todos nós já sentimos necessidade de ser perdoados ou de pedirmos perdão. Mas não é tão fácil assim, não é mesmo? Se estamos na situação do ofensor ou do ofendido, o orgulho nos impede de pedir perdão e de perdoar.

 

Quando cometemos um erro com alguém, temos que ter a humildade em admitir que erramos, primeiramente para nós mesmos, e depois para quem magoamos. Nem sempre isso é muito tranquilo, afinal vivemos em um mundo extremamente competitivo onde pode parecer fraqueza admitir nossas falhas. E no outro extremo, quando somos os injustiçados, temos que conceder o perdão àqueles que nos fizeram mal, ainda que estes não tenham a nobreza de nos pedir perdão.

 

Perdoar é ser positivo, é aquecer o coração, é praticar o bem, é colocar o amor em primeiro lugar, é desvencilhar-se do passado, é renunciar a dor em favor se mesmo, alicerçando uma realidade construída genuinamente no bem.

 

Uma nova realidade requer uma nova mentalidade. Ninguém cocria uma realidade exitosa, se tem um coração rancoroso, amargo e triste. O perdão faz parte do pacote de sentimentos positivos que expandem a mente em direção a uma realidade plena e feliz.

 

Não esqueça de Perdoar a si mesmo!

           

A todo processo de cocriação, antecede uma cura, um equilíbrio energético, um balanceamento das emoções. É necessário questionar-se sobre como andam seus sentimentos, onde você coloca sua atenção, como você vê a vida. Se você tem reagido de forma negativa aos eventos e pessoas, com uma visão muito crítica e com insatisfação, certamente você precisa transmutar esse pensamento.

 

Como está a sua cabeça em relação à culpa, por exemplo? Sim, todos nós carregamos muita culpa. Nos reprovamos com frequência, não nos sentimos suficientemente bons com o mundo e nem conosco e nem merecedores de felicidade. Faça uma análise do que você precisa perdoar em si mesmo. Quais fatos aconteceram na sua história pessoal, que você julga ter culpa.

 

Entenda, responsabilidade é diferente de culpa. Todos nós somos responsáveis por nossas vidas, mas a culpa é um sentimento de dolo, de ter feito algo proposital, que geralmente está associado à vergonha. Quantas vezes você sentiu vergonha e inadequação por algum situação pela qual se culpa? É muito comum brigar consigo mesmo, se maltratar e se criticar. Podemos definir esse comportamento como autossabotagem. Você opta por permanecer estático no tempo, preferindo o papel da vítima, culpando os outros, ao invés de assumir seu papel de cocriador de sua vida.

 

Não seria muito mais fácil e eficiente apoiar-se em vez de criticar-se? A maneira mais simples de fazer isso é praticar o amor próprio, perdoando-se, apoiando-se, amando-se incondicionalmente! Seja seu parceiro, invista em você mesmo, conheça-se! Descubra seus pontos vulneráveis, suas dificuldades. Trabalhe com amor para transformar-se em sua melhor versão. Se dê amor!

 

Seja inteligente, Perdoe o seu ofensor

 

Entender que nem todas as pessoas estão no mesmo grau de consciência, que nem todos despertaram para um nova realidade é parte do processo de uma mente consciente. “Mais amor, por favor”, este não é só um bordão, um viral das redes sociais, é uma ferramenta para um nova mentalidade, um novo jeito de pensar. Então é inteligente que se compreenda que as pessoas reagem de acordo com suas visões, muitas vezes limitadas, equivocadas sobre a vida, porque está no inconsciente coletivo. Muitos ainda não despertaram de suas ilusões (ego), em que a vaidade impera.

 

Dentro dessa perspectiva, não é difícil perceber que quem já despertou desse processo ilusório é capaz de escolher de maneira consciente pensamentos e sentimentos positivos, pautados no amor e no bem. É necessário ter inteligência emocional para perdoar. Perdão é amor e amor é o bem. E como quem gera positividade, atrai mais positividade, você está gerando energia do bem para si mesmo. O universo sempre retribui com mais do mesmo. Lembre-se: tudo que você emana, volta para você. Quanto maior for o seu amor, mais amor voltará para você. Essa lógica é pura e simples!

 

O perdão é o alicerce para construção de uma realidade vitoriosa e harmônica. O perdão é luz, é cura. Curar a sua vida, do sentimento mais difícil, que é conceder o perdão, é liberar-se do passado, porque a vida acontece aqui no presente. Se você não sai do passado, não libera o fluxo de energia para viver o aqui e o agora. Para o universo não existe passado, só existe tempo presente. Saia da energia que lhe prende ao passado, deixe a vida fluir a seu favor. Perdoar é deixar de se importar com o que já foi, é não sentir mais dor. Não precisa conviver com fatos e pessoas que não inspiram bem-estar, apenas tenha compaixão de quem ainda não despertou para uma consciência elevada.

 

Precisamos aprender que a tristeza faz parte da vida, mas a forma como lidamos com ela, determinará os próximos acontecimentos de nossa história. Ninguém necessita gastar toda uma existência, preso a uma mágoa, uma dor. Nós podemos escolher não mais sofrer, interromper o ciclo da dor, dar um salto quântico. Permanecer, indefinidamente, nesse sofrimento é abrir mão da sua vida abundante em todos os sentidos.

 

Gravei um vídeo curtinho sobre este tema para melhor interpretação. Confira!

 

Com Amor

 

Elainne Ourives

Treinadora Mental e Reprogramadora de DNA

Criadora da Técnica Hertz – Reprogramação da Frequência Viracional

www.holococriacao.com.br

 

 

Referências bibliográficas:

 

Paráfrase de parte de um texto de Dora Rodrigues para: o Proparnaiba.com

Os benefícios do perdão comprovados pela ciência: thewordhaspower.com/o-perdao-e-a-ciencia

Dr. Fred Luskin, autor de "O Poder do Perdão" Veja entrevista completa concedida por ele: https://www.ippb.org.br/textos/especiais/mythos-editora/a-cura-pelo-perdao

8 razões pelas quais o perdão faz bem pra sua saúde:

http://revistagalileu.globo.com/Sociedade/Comportamento/noticia/2014/11/8-razoes-pelas-quais-o-perdao-faz-bem-pra-sua-saude.html

Estudos mostram que o perdão faz bem pra saúde. Folha de São Paulo:

http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u10271.shtml

Please reload

Posts Em Destaque

VOCÊ SABE DETECTAR QUAIS OS SINTOMAS DAS SUAS EMOÇÕES?

1/10
Please reload

  • Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • Instagram - White Circle